Show do The Killers encerra Lolla Brasil com invasão de Liam Gallagher

março 27th, 20180 Comments »Última Atualização: março 28, 2018

Cobertura – Direto do Autódromo de Interlagos (SP)

Marcado por ser o maior Lollapalooza desde sua estreia no Brasil em 2012, a edição de 2018 reuniu cerca de 300 mil pessoas durante os três dias de programação no Autódromo de Interlagos. O domingo (25/03), último dia do Lolla 2018, teve nomes do rock, pop e rap internacional. Com shows de Liam Gallagher, The Killers, Lana Del Rey, Wiz Khalifa e The Neighbourhood, o público curtiu em peso cada apresentação do festival.

Trazer o título de maior público de todas as edições, também reforça antigos problemas, como as gigantescas filas dos caixas, principalmente perto da entrada e do palco principal. O ponto positivo ficou para a nova disposição dos palcos secundários, que foram colocados bem próximos um do outro, intercalando as apresentações para que o público pudesse aproveitar tranquilamente as duas programações. O palco principal permaneceu no mesmo lugar, mas com a nova distribuição, ficou mais centralizado e concentrando o público que vinha de todas as direções do Autódromo.

Ainda durante à tarde, o grupo The Neighbourhood reuniu boa parte do público ansioso para conferir a estreia da banda no Brasil. A euforia na grade do palco principal não permaneceu a mesma quando o britânico Liam Gallagher iniciou sua apresentação. O músico vem de uma sequência de shows complicados. Criticado por abandonar o palco no Lollapalooza Chile e cancelar a apresentação na Lolla Party em São Paulo, por conta de uma infecção, Liam se recuperou. Ele já havia mostrado que estaria pronto para o Lollapalooza Brasil no pocket show do Onix Day, realizado no dia 22/03, no próprio Autódromo.

Liam é uma figura polêmica do rock, ou é amado ou odiado, mas não passa despercebido. E isso ficou nítido em sua apresentação. Enquanto uma parte do público que se concentrava no espaço Budweiser parecia contar os minutos para próxima atração, a maior parte se emocionava com um setlist cheio de grandes hinos da antiga banda Oasis, para alegria dos fãs. Sem perder tempo e já cativando a atenção da plateia, Liam Gallagher mandou “Rock n’ Roll Star” de primeira, seguindo com “Morning Glory”, chegando ao ápice com “Wonderwall”, encerrando com a sequência “Supersonic”, “Cigarettes & Alcohol” e “Live Forever”. Mas claro que o irmão Gallagher não vive só de passado, Liam também apresentou seu trabalho solo e foi muito bem recebido por seus fãs.

Sem tirar o casaco, fazendo uma estranha combinação com a bermuda, o britânico mostrou que já se recuperou bem da infecção e que também queria curtir o Lollapalooza, chegando até a fazer uma aparição surpresa no show do The Killers.

A cantora indie Lana Del Rey também aglomerou uma boa parcela do público presente para assistir a sua apresentação no palco Onix. Com um cenário bem montado com balanço e plantas, Lana ainda aproveitou o espaço para brincar sobre o processo de plágio movido pelo grupo Radiohead contra ela.

Encerrando o Lollapalooza 2018, a banda americana The Killers voltou ao palco do festival após 5 anos (o grupo também foi headliner em 2013) para mais uma apresentação eufórica. Diferente do Gallagher, o Killers começou o show com o seu single mais recente, “The Man”, para então emendar um de seus maiores sucessos, “Somebody Told Me”. Sem o seu guitarrista oficial Dave Keuning e o baixista Mark Stoermer, o vocalista Brandon Flowers e o baterista Ronnie Vannucci entregaram uma apresentação vigorosa e cheia de energia.

Um dos grandes momentos da apresentação do The Killers foi quando a apresentadora e baterista, Dedé Teicher, foi chamada por Brandon para assumir as baquetas durante “For Reasons Unknown”. Dedé havia pedido para participar e não decepcionou tendo uma ótima performance. Outro momento inusitado foi a visita de Liam Gallagher, assustando Brandon Flowers que não esperava a invasão do amigo. Com direito a dupla reverência, Flowers homenageou o Oasis cantando um trecho da música “Gas Panic!”.

Apesar de três dias de festival e um domingo quente em Interlagos, o público não demonstrou cansaço e acompanhou, pulou e dançou com a banda até o final, encerrando com as grandiosas “When You Were Young”, com a famosa cascata no palco, e “Mr. Brightside”.

Por: Ihanna Barbosa (Colaboradora RR)
Edição: Diego Centurione
Fotos: MRossi, Camila Cara e Denis Ono (Lolla BR)

« Envolto num mar de gente, Pearl Jam faz show espetacular no Lollapalooza Brasil
DVD “Na Cama com Serguei” celebra mais de 50 anos de carreira do cantor »

Categorias

Coberturas Fotos Shows & Eventos

Tags

Comentários

Nenhum comentário


Festivais no Brasil

    Nenhum data presente

Apoio