Black Sabbath dá adeus a São Paulo em noite apoteótica

dezembro 6th, 20160 Comments »Última Atualização: dezembro 6, 2016

Cobertura – Direto do Estádio do Morumbi (SP)

Dia 4 de dezembro de 2016 está agora marcado para sempre, entre os grandes eventos da capital paulista. A data em que os precursores do heavy metal realizaram sua última apresentação em solo nacional. A banda britânica Black Sabbath está se despedindo de seus fãs do mundo todo com a turnê “The End“. Após 46 anos desde o primeiro álbum, Ozzy Osbourne, Tony Iommi e Geezer Butler decidiram encerrar as atividades com um show de grandes clássicos, uma despedida para se lembrar apenas dos melhores momentos.

Os shows da noite começaram com o grupo paulistano Doctor Pheabes, atração local escalada para abrir a tour do Black Sabbath. E enquanto o céu de São Paulo preparava uma forte chuva para os fãs de heavy metal, a banda americana Rival Sons se apresentava pela segunda vez na capital. O grupo parece ainda estar engatinhando, comparado aos quase 50 anos de carreira da atração principal.

Às 20h35, a risada inconfundível de Ozzy Osbourne revelava o começo do show antes mesmo das luzes se apagarem. O nome Black Sabbath queimando no telão anuncia a entrada do príncipe das trevas, ao lado de Tony Iommi, Geezer Butler e o baterista Tommy Clufetos, no posto de Bill Ward, que infelizmente não fez parte da despedida da banda.

A apresentação se iniciou com a canção “Black Sabbath”, abrindo a sequência de clássicos que tomariam conta do Morumbi durante as 1h40 de show. O grupo não sai muito do roteiro elaborado para a turnê, mas não tem como errar com um setlist de 13 músicas que apresentaram o metal para quase três gerações seguidas. Entre “Fairies Wear Boots”, “After Forever” e “Into the Void”, o Mad Man não parava; corria de um lado para o outro, pulava, pedia palmas e mais gritos. Ozzy parecia reger um público totalmente emocionado e entregue.

Em “Snowblind” a chuva chegou de vez, mas parecia não incomodar as 65 mil pessoas que lotavam o Morumbi. Ozzy chegou a brincar cantando um pedaço da canção “Singing in The Rain”. A sequência “War Pigs”, “Behind the Wall of Sleep”, “N.I.B.” e a instrumental “Rat Salad”, que antecedeu o incrível solo de mais de seis minutos do baterista Clufetos, levando o público ao delírio. Já se aproximando do final da apresentação, o riff inconfundível de Iommi introduziu a ovacionada “Iron Man”.

Seguindo com “Dirty Women” e “Children of the Grave”, o último show do Black Sabbath apenas certificou que seus fãs jamais esquecessem a imponência dos solos de Iommi, a genialidade de Geezer Butler e loucura cativante de Ozzy Osbourne. O grand finale, sem muitas surpresas, mas não menos apoteótico, veio com “Paranoid”, cantada em coro, enquanto Ozzy reverenciava o público de joelhos. E assim Black Sabbath deu seu adeus aos fãs brasileiros e se aproxima de seu derradeiro show em Birmingham (Inglaterra), cidade-natal da banda, em fevereiro.

Setlist do Black Sabbath em São Paulo

- Black Sabbath
- Fairies Wear Boots
- After Forever
- Into the Void
- Snowblind
- War Pigs
- Behind the Wall of Sleep
- N.I.B.
- Rat Salad
- Iron Man
- Dirty Women
- Children of the Grave

Bis

- Paranoid

Por: Ihanna Barbosa (Colaboradora RR)
Edição: Diego Centurione
Fotos: Divulgação

« João Doria vai transferir a Virada Cultural para o Autódromo de Interlagos
Maximus Festival anuncia Five Finger Death Punch e Prophets Of Rage »

Categorias

Fotos Setlists Shows & Eventos

Tags

Comentários

Nenhum comentário


Festivais no Brasil

    Nenhum data presente

Apoio