Guns N’ Roses: Axl, Slash e Duff juntos outra vez no Rio

novembro 16th, 20160 Comments »Última Atualização: novembro 25, 2016

Cobertura – Direto do Estádio Nilton Santos, Engenhão (RJ)

Por: Juliana Ferreira (Colaboradora RR)
Edição: Diego Centurione

Levei 25 anos para ver o Guns N’ Roses ao vivo. Em 1991, eu era criança demais para ir ao Rock n Rio sozinha e minha mãe escolheu ver o Santana, ídolo dela, ao invés do GNR. Depois, com as mudanças na formação da banda, eu perdi a vontade. Queria ver o Guns do Appetite for Destruction tocando como no clássico show de 88 no The Ritz.

Agora, na turnê “Not in This Lifetime’, quando o grupo reúne três integrantes originais, os que mais tempo ficaram juntos e estiveram nos principais álbuns da banda, Axl, Slash e Duff, percebi que era hora de acompanhar a apresentação de perto. Pelo setlist divulgado, executado nas outras cidades da turnê no país, eu sabia que seria um show cheio de hits e para cantar do início ao fim. Dito e feito.

A tensão do público aumenta quando as armas do logotipo começam a disparar no telão, numa contagem regressiva para o inicio da apresentação. E abrir o espetáculo com “It’s So Easy”, uma das minhas preferidas, incendeia logo de cara. Nunca entendi bandas que começam o show com música nova. A primeira canção é igual a primeira cena de um filme, você sabe logo se será bom ou não. A primeira música tem que chegar estourando as caixas e fazendo a plateia pular. “It’s So Easy é assim.

O Rio de Janeiro é a terceira cidade por onde a apresentação passa no Brasil. O setlist teve algumas alterações, como a inclusão de “Yesterdays”, “Out Ta Get Me” no lugar de “My Michelle” e “Don’t Cry” no lugar de “Patience”. Sem “Patience”, não houve nenhuma música do álbum Lies, segundo da carreira do Guns.

As canções do Chinese Democracy ainda não empolgam a plateia mas são bem recebidas, como “músicas do novo álbum’’, apesar dos quase oito anos de lançamento do mesmo. Mas tudo bem, porque nesta noite o que o público queria mesmo era Appetite for Destruction e Use Your Illusion. “Yesterdays”, “Welcome to the Jungle”, “Nightrain”, “You Could Be Mine” e “Sweet Child O’ Mine” levaram a plateia ao delírio. Vi gente chorando e gritando exclamações que não poderia reproduzir aqui, de tanta felicidade. Talvez para muitos, como foi para mim, tenha sido o primeiro show do Guns N’ Roses. E mesmo para aqueles, que já viram o Axl antes.

Outro ponto alto foi “November Rain”. Ficou até bonitinho as bolinhas vermelhas iluminadas com celular, apesar de muito roqueiro estranhar. O Guns não é mais banda de garagem, tocando só para malucos. “Paradise City” encerra a apresentação em alto e bom som “Oh won’t you please take me home”, e acho que muita gente queria levar o GNR para casa mesmo.

A banda me pareceu muito madura, finalmente com os 30 anos que tem. Axl está mais seguro e entusiasmado com a formação atual. Um show sem atrasos ou imprevistos e extremante competente. Os solos de guitarra de Slash perfeitos, “The Godfather” introduzindo “Sweet Child O’ Mine”, “Layla” junto com o piano, antes de “November Rain”, são maravilhas à parte.

E a simpatia com o público. O Guns N’ Roses é finalmente uma banda adulta e faz um show de alto nível. Espero ainda ter a chance de ver os cinco integrantes da formação original no palco novamente.

Para quem está em Brasília ou Curitiba e ainda não se decidiu, eu recomendo que vá, mesmo que você ache que já viu o Guns ao vivo antes. Saiba mais sobre a tour aqui!

Setlist do show do Guns N’ Roses no Rio de Janeiro

1. It’s So Easy
2. Mr. Brownstone
3. Chinese Democracy
4. Welcome to the Jungle
5. Double Talkin’ Jive
6. Better
7. Estranged
8. Live and Let Die (Wings cover)
9. Rocket Queen
10. Out Ta Get Me
11. You Could Be Mine
12. Attitude (Misfits cover com “You Can’t Put Your Arms Around a Memory” intro)
13. This I Love
14. Civil War
15. Coma (com band introductions)
16. Speak Softly Love (Love Theme From The Godfather – Nino Rota cover)
17. Sweet Child O’ Mine
18. Yesterdays
19. Wish You Were Here (Pink Floyd cover – Slash & Richard Fortus guitar duet)
20. November Rain (“Layla” piano exit intro with Axl Rose playing grand piano)
21. Knockin’ on Heaven’s Door (Bob Dylan cover)
22. Nightrain

Bis

23. Don’t Cry (with “Babe I’m Gonna Leave You” intro, from Led Zeppelin)
24. The Seeker (The Who cover)
25. Paradise City

Fotos: Katarina Benzova

« Helloween fará tour de reunião com membros originais e show no Brasil
Setlist do show do Guns N’ Roses em Curitiba »

Categorias

Shows & Eventos

Tags

Nenhum comentário