Com Axl, Slash e Duff, Guns N’ Roses transportam o público para os bons anos 90

novembro 12th, 20160 Comments »Última Atualização: novembro 30, 2016

Cobertura – Direto do Allianz Parque (SP)

Após passar por Porto Alegre, onde emocionou milhares de fãs, a formação clássica do Guns N’ Roses com Axl, Slash e Duff McKagan chegou a São Paulo. A banda se apresentou na cidade nesta sexta (11), e repete a dose neste sábado.

O Guns já veio ao Brasil diversas vezes, desde a primeira passagem em 1991. Algumas delas com os integrantes originais e outras já com o grupo completamente modificado, mantendo o vocalista Axl Rose. Entretanto, a nova turnê “Not In This Lifetime” é especial para muitos fãs. A formação atual é provavelmente a mais próxima da original que conseguiremos ver novamente, acrescida de uma ou outra participação especial. Na Argentina, por exemplo, a banda recebeu o ex-baterista Steven Adler.

Completam o Guns N’ Roses, Richard Fortus, Dizzy Reed, Melissa Reese e Frank Ferrer, baterista que está com Axl há dez anos.

Com abertura do grupo brasileiro Plebe Rude, a banda americana subiu ao palco do Allianz Parque às 21h30. O Guns N’ Roses entrou com seus vários integrantes e botou o público para pular com a maliciosa e agitada “It’s So Easy”, do álbum de estreia Appetite For Destruction. Seguida dela, vieram “Mr. Brownstone” e “Chinese Democracy”, esta do disco homônimo mais recente.

Para dar sequência ao início arrasador, o estádio ficou escuro por alguns segundos e Slash trouxe os acordes de abertura de “Welcome To the Jungle”, para o delírio dos mais de 40 mil espectadores. Após o clássico, vieram “Double Talkin’ Jive”, “Better”, “Estranged” e uma forte chuva que caiu em cima da plateia e ajudou a aliviar o calor.

Depois foi a vez do primeiro cover: “Live And Let Die”, do Paul McCartney, levantou os fãs. Aliás, fazer covers e homenagear o passado é um ponto forte dos shows da banda. Além deste, em outros momentos o grupo trouxe trechos de músicas do Pink Floyd, Eric Clapton, The Who, Led Zeppelin, entre outros. Ainda em tom de homenagens, era possível notar que Duff tinha um adesivo em seu baixo com o símbolo de Prince e usava uma camiseta de Lemmy Kilmister, ambos mortos neste ano.

Continuando com o show, veio uma sequência arrasadora de “Rocket Queen”, “You Could Be Mine” e “Attitude”, cover do Misfits que trouxe Duff McKagan nos vocais. Com músicas um pouco mais calmas e que chamaram as pessoas para cantar junto, Axl voltou para entoar “This I Love”, “Civil War” e “Coma”, antes de introduzir seus companheiros de banda ao público.

Ao anunciar Slash, os fãs foram ao delírio, enquanto o mágico guitarrista fazia solos em sua guitarra (com o já famoso tema do filme “O Poderoso Chefão”), que foram seguidos do clássico riff que inicia “Sweet Child O’ Mine”, um dos maiores sucessos do grupo.

A banda então começou um cover instrumental de “Wish You Were Here”, do Pink Floyd, que foi seguido da parte final de “Layla”, do Eric Clapton, e que contou com Axl Rose ao piano. Ao ouvir os primeiros acordes de “November Rain”, a plateia levantou bexigas vermelhas e fez um bonito espetáculo no estádio, que ficou iluminado com as luzes dos celulares.

Antes do bis, o grupo trouxe “Knockin’ On Heaven’s Door”, do Bob Dylan, e a agitada e clássica “Nightrain”. A banda ficou no palco fazendo uma versão instrumental de “Babe, I’m Gonna Leave You”, do Led Zeppelin, e começou a tocar “Don’t Cry”.

Quase perto do encerramento, o último cover da noite: a excelente “The Seeker”, do The Who. E por fim “Paradise City”, que veio acompanhada de papéis picados nas cores da bandeira do Brasil e fogos de artifício que coloriram o ambiente. Axl, Duff, Slash e companhia se despediram do público exatamente à meia-noite, com uma homenagem ao cantor Leonard Cohen, que faleceu recentemente.

Os paulistanos deixaram o estádio contentes com o que viram. O Guns N’ Roses fez um espetáculo digno de uma banda de rock’n’roll puro, sem muitas firulas e do jeito mais dançante possível. A apresentação trouxe à muitos o espírito dos anos 90 de volta, auge do grupo, enquanto outros se deliciaram ao ver que nos anos 2010 ainda tem bandas capazes de fazer um show pesado e muito visual.

A turnê de reunião segue pelo Brasil e passa ainda por Rio de Janeiro, Curitiba e Brasília. Veja aqui!

Organização

Mais uma vez, o Allianz Parque mostrou porque hoje é a opção mais certa para a cidade de São Paulo receber shows. Com uma boa acústica, a arena tem áreas de acesso bem sinalizadas. A saída demorou pouco mais de 15 minutos, o que contrasta com muitos lugares da cidade onde as pessoas sofrem para conseguir deixar o local.

As saídas de emergência estavam bem sinalizadas, assim como os banheiros, bares, stands de produtos oficiais e centros de atendimento médico. A cada apresentação, o público se sente mais em casa no Allianz Parque, mesmo aqueles que não são torcedores do Palmeiras.

Setlist do primeiro show do Guns N’ Roses em São Paulo

Looney Tunes
The Equalizer (Harry Gregson-Williams song)
1. It’s So Easy
2. Mr. Brownstone
3. Chinese Democracy
4. Welcome to the Jungle
5. Double Talkin’ Jive
6. Better
7. Estranged
8. Live and Let Die (Wings cover)
9. Rocket Queen
10. You Could Be Mine
11. Attitude (Misfits cover com “You Can’t Put Your Arms Around a Memory” intro)
12. This I Love
13. Civil War
14. Coma (com band introductions)
15. Speak Softly Love (Love Theme From The Godfather – Nino Rota cover)
16. Sweet Child O’ Mine
17. Wish You Were Here (Pink Floyd cover – Slash & Richard Fortus guitar duet)
18. November Rain (“Layla” piano exit intro with Axl Rose playing grand piano)
19. Knockin’ on Heaven’s Door (Bob Dylan cover)
20. Nightrain

Bis

21. Don’t Cry (with “Babe I’m Gonna Leave You” intro, from Led Zeppelin)
22. The Seeker (The Who cover)
23. Paradise City
Everybody Knows (Leonard Cohen song)

Por: Murilo Pappini Couto e Diego Centurione
Fotos: Katarina Benzova 

« Morre Leonard Cohen
Setlist do segundo show do Guns N’ Roses em São Paulo »

Categorias

Fotos Setlists Shows & Eventos

Tags

Comentários

Nenhum comentário


Festivais no Brasil

    Nenhum data presente

Apoio