Lollapalooza: Alabama, Noel e Florence fazem grandes apresentações no 2º dia

março 14th, 20160 Comments »Última Atualização: março 17, 2016

Cobertura – Direto do Autódromo de Interlagos (SP)

Neste domingo, dia 13 de março, o festival Lollapalooza encerrou sua quinta edição na capital paulista. Ao todo, foram mais de 50 atrações divididas em quatro palcos e um espaço dedicado às crianças. O Autódromo de Interlagos recebeu cerca de 160 mil pessoas dispostas a aproveitar um line-up bem diversificado, passando por música eletrônica, rap, pop, rock e reggae. O Lollapalooza 2016 se encerrou com grandes shows, que ficaram na história do festival.

A disposição dos palcos era a mesma que no ano passado, mas nesta edição os organizadores optaram por deixar o palco Perry’s a céu aberto. As áreas ao redor dos palcos tinham pelo menos uma atração das marcas patrocinadoras, como piscina de bolinhas, pula-pula, carrossel e roda-gigante. As filas eram constantes nessas regiões. Já nos caixas, as filas foram poucas e até rápidas para a compra do Lolla Mango. A segurança do festival parecia maior que em 2015, com diversos seguranças circulando por toda a área do evento.

Para aproveitar os shows do Lollapalooza é preciso disposição física para circular entre um palco e outro. O domingo começou com o grupo Dingo Bells, no palco Onix, em seguida as bandas Maglore e Versalle subiram aos palco Skol e Axe respectivamente. A banda Seed apresentava um reggae alemão, enquanto o grupo  Walk The Moon trazia o pop americano para o palco Axe.

A dupla do Twenty One Pilots conquistou o público com um show muito energético. Quase ao mesmo tempo, o inglês Albert Hammond Jr (The Strokes) juntou um pequeno público a frente do seu palco. O guitarrista tocou apenas canções de sua carreira solo, mas foi bem acompanhado por seus fãs nas letras e danças.

Em seguida, era vez de uma das bandas mais aguardadas do festival. O grupo Alabama Shakes aglomerou uma considerável plateia por toda a região do palco Onix. O sucesso entre o público é explicado assim que a vocalista Brittany Howard começou a cantar, se afirmando como uma das maiores vozes da atualidade. O show começou com uma garoa fina, mas o sol ainda brilhou forte no palco do Alabama Shakes, marcado pelo clima intimista. A banda levou o público a uma viagem para o território da música soul americana.

Mas sem muito tempo para digerir a apresentação do grupo Alabama, o palco Skol já se preparava para Noel Gallagher’s High Flying Birds. O grupo britânico, liderado pelo ex-vocalista do Oasis, lotou o espaço do palco principal do Lollapalooza. O tempo fechado e a garoa fina contribuíram para deixar uma atmosfera britânica no festival. Apesar de cantar com entusiamo as canções da carreira solo, foi ao som de Oasis que o público eufórico cantou alto e emocionado.

Caminhando para as últimas apresentações do Lollapalooza 2016, a dupla Jack Ü formada pelos DJs Skrillex e Diplo encerrou o palco Onix, com direito a participação do funkeiro MC Bin Laden. O show foi simultâneo ao da banda Jungle e do rapper Emicida.

Para fechar a quinta edição do festival Lollapalooza, a banda inglesa Florence + The Machine fez uma apresentação intensa e foi bem acompanhada pelo público, que gastava suas últimas energias após dois dias de shows e caminhadas. Infelizmente, a apresentação foi um pouco prejudicada pelo som baixo e, em alguns momentos, era até possível ouvir o som de outros palcos. Mas nem isso parecia desanimar o público, que fazia uma poderosa segunda voz para a vocalista Florence. Perto do fim do show, a banda e o público ainda pulavam, dançavam e cantavam em ótima sintonia.

Simultaneamente, a banda carioca Planet Hemp finalizava a noite do palco Axe. O grupo foi escalado como substituto do rapper Snoop Dog que cancelou sua vinda para festival. A banda liderada por Marcelo D2 e BNegão fez uma apresentação muito animada, com participação do cantor João Gordo para uma canção do Ratos de Parão.

E assim acabou mais uma edição do Lollapalooza 2016 com um saldo de 160 mil fãs de música, sendo 85 mil no primeiro dia e 75 mil no segundo, e já com a confirmação de uma nova edição para o próximo ano.

Veja também a cobertura do 1º dia, neste link.

Por: Ihanna Barbosa (Colaboradora RR)
Edição: Diego Centurione
Fotos: Camila Cara/T4F Lolla (Colaboradora RR)

« Lollapalooza: 1º dia teve show marcante do Mumford & Sons e line-up diversificado
Lolla Parties: fotos exclusivas do Alabama Shakes e Cold War Kids em SP »

Categorias

Destaque Fotos Shows & Eventos

Tags

Nenhum comentário


Tempo real

Festivais no Brasil

Apoio