Legião Urbana cai na estrada nesta semana; saiba tudo sobre o show

outubro 20th, 20158 Comments »Última Atualização: novembro 3, 2015

Dado Villa-Lobos

Opinião: Jamari França / Fotos: Cleber Junior
Texto e imagens cedidas ao Reduto do Rock

Estive na noite de sexta passada no ensaio geral da Legião Urbana para a turnê de 30 anos do primeiro disco deles, lançado em 1985. A primeira parada será dia 23, nesta sexta, no Mendes Convention Center, em Santos. O show é dividido em duas partes. Na inicial tocam o primeiro disco inteiro na ordem original. Na segunda fazem um apanhado da carreira.

Marcelo Bonfá

André Frateschi, o vocalista escolhido para a turnê, dá conta do recado, é do ramo. É ator também, mas não é como um ator anterior que não segurou a onda. Canta com convicção e faz justiça às letras do gênio que as criou. Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, The Originals, cantam algumas e fazem vocais em interpretações corretas.

André Frateschi

Pra mim que vi  muitos shows com o Renato é difícil aceitar outros intérpretes, dá uma travada nos ouvidos, várias vezes lembrei dele, aquela figuraça com um timbre potente, a dança maluca, aqueles discursos doidos, os papos nos camarins e no Baixo Leblon. Enfim, vida que segue.

O que trava o show é que Dado Villa-Lobos convocou, como convidados, três jovens, um cara e duas meninas, para cantar na segunda parte, os três claudicantes (nem vou dizer os nomes) e aí vira um karaokê de luxo.

Uma das meninas maltratou um dos grandes hinos da banda, Monte Castelo, tive vontade de sair porta a fora. A segunda acabou com Meninos e Meninas e Dezesseis. O garoto cantou Fábrica e 1965 (Duas Tribos) e imitou a dança maluca do Renato, mas não convenceu. Paulo Miklos, dos Titãs, é o único convidado que salva, mas ele estava rendido, não tinha ensaiado, me disse no camarim que mudaram as músicas dele e agora tem uma semana para decorar e ensaiar. Quando André voltou ao palco, o povo aplaudiu, sinal de que o karaokê não agradou.

O show, aliás ensaio geral, começou morno, na hora pensei que era o normal em começo de turnê, ainda mais de uma banda com novos integrantes, mas lá pela quarta música, Ainda é cedo, começou a melhorar e foi num crescendo até Teorema. A última do disco, a suave Por Enquanto, começou soft com a tecladaria, vocal de André sem Dado no palco, baixo e batera entraram, Dado voltou e comandou um final pesado, diferente do disco. A primeira parte durou 41 minutos, o disco tem 37 minutos. Poucos improvisos.

Agenda: clique aqui!

A segunda parte começa com uma fala do Renato sobre a banda ser de Brasília e pouco aparecer lá, acho. Fui pego de surpresa, liguei o gravador pra pegar, mas é novo, não acostumei, me enrolei. A segunda parte mistura sucessos com lados B tudo no maior pique até a brochada depois de Há Tempos com o karaokê de Luxo, que que toma muito tempo, no meio Bonfá canta Pais e Filhos junto com o público e André volta aplaudido para o fim do ensaio/show com Perfeição, em que divide o vocal com Dado (mas devia ser só André, a música pede porrada).

O bis teve quatro canções. André mandou muito bem Faroeste Caboclo, Bonfá canta Teatro dos Vampiros, Dado Índios e todos Que País É Esse, com a devida resposta da plateia “é a porra do Brasil.” Este é o show que vai correr o Brasil. Se tivesse como convidado apenas Paulo Miklos iria num crescendo até a explosão final, mas trava no meio com os “convidados”. A segunda parte teve 91 minutos.

No camarim muitos contemporâneos da Legião. Além do citado Miklos, Paula Toller, que comentou comigo sobre a passagem rápida destes 30 anos, acho incrível também como passa e a gente nem sente. Engatei um  papo sobre mixagem 5.1 com o grande produtor Liminha, que me deu ótimas dicas sobre o assunto. Dei parabéns ao André Frateschi e ele me deu seu disco solo, falei rápido com Dado e Bonfá, muito solicitados, Fausto Fawcett passou sem me dar papo e falei com a musa da geração, Fernanda Abreu, que me disse estar nos finalmente de seu primeiro disco de inéditas desde 2004 e puxou o barco antes que lembrasse de perguntar o nome do álbum. Roubei o setlist da parede, tomei dois copos do precioso líquido bem gelado e me mandei.

1ª Parte – Primeiro disco na íntegra

Será – Vocal – André e Dado
A Dança – André canta Dado faz vocal
Ainda é Cedo – Bonfá canta, André e Dado vocal
Perdidos no Espaço – Bonfá voz
Geração Coca Cola – André canta, Dado e Bonfá vocais
O Reggae – André canta
Baader Meinhoff Blues – André canta com Dado e Bonfá
Soldados – André voz, versão pesada, Bonfá arrasa na bateria.
Teorema – André canta, banda já no maior pique.
Por Enquanto – André canta

Fim do primeiro disco, intervalo curto

2ª Parte

Tempo Perdido – Dado e Bonfá voz
Daniel Na Cova Dos Leões – André canta
Quase Sem Querer – André canta, Dado faz solo arrasador
Há Tempos – André canta
Fábrica – Convidado um voz
1965 – Idem Dado e Bonfá vocais
Eu Sei – Convidada um voz, Dado voz no final
Monte Castelo – Convidada um voz
Mais Do mesmo – Paulo Miklos voz
Conexão Amazônica – Idem
Pais e Filhos – Bonfá canta
Meninos e Meninas – Convidada dois canta
Dezesseis – Convidada dois mais Convidado um cantam
Perfeição – Dado e André cantam

FIM

Bis

Faroeste Caboclo – André arrasa na voz
Teatro dos Vampiros – Bonfá canta
Índios – Dado canta
Que País É Esse – André e todos no vocal.

Banda:

Dado Villa-Lobos – guitarra, voz e vocal
Marcelo Bonfá – bateria, voz e vocal
André Frateschi – voz, vocal e bateria em Pais e Filhos.
Lucas Vasconcellos – guitarra
Mauro Berman – baixo
Roberto Pollo – teclados

Por: Blog do Jama.com.br
Edição Reduto do Rock: Diego Centurione

« Em clima da década de 80, A-ha embala público em São Paulo
Nova Tropical Butantã promete ser alternativa para shows maiores em SP »

Categorias

Fotos Shows & Eventos

Tags

8 Comments

  1. FERNANDO FERNANDES disse:

    CARA! QUANDO SE REFERE A SHOWS DE HOMENAGEM A LEGIÃO, O DADO NÃO ACERTA UMA NO QUESITO “PARTCIPAÇÕES ESPECIAIS”

  2. Caroline Moraes disse:

    Olá,
    Tem a agenda de 2017?

  3. Ana Lucia de Souza Redecker disse:

    Quando terá show Legião m Porto Alegre-RS???????

  4. HITALO CLARK disse:

    POR FAVOR QUANDO TERA SHOW AQUI NO RJ EM 2017
    POR FAVOR

    • redutodorock disse:

      Olá! A turnê acabou, no último dia 30 de dezembro. Agora resta aguardar uma possível volta, ainda não anunciada.

      Obrigado, abraços!

  5. Patricia disse:

    Por favor VOLTE com a turne em 2017 em SP, os fãs aguardam ansiosos para uma nova turne. Por favorrrrrrrr………


Festivais no Brasil

    Nenhum data presente

Apoio