Rock in Rio 30 anos chega ao fim e já confirma mais duas edições no Brasil

outubro 1st, 20150 Comments »Última Atualização: outubro 24, 2015

O aguardado Rock in Rio 30 anos chegou ao fim no último domingo (27). Foram cerca de 150 atrações nos sete dias de festival. Milhares de pessoas aproveitaram a programação musical, no Palco Mundo, Sunset, Rock Street e na Eletrônica, além dos brinquedos como a roda gigante, montanha-russa, x-treme e a concorrida tirolesa. O novo sistema de agendamento evitou as tradicionais filas, e mais de 95 mil pessoas aproveitaram essas atrações do Rock in Rio. E quem não pôde estar na Cidade do Rock, acompanhou as apresentações pela TV e internet. O canal Multishow ficou em primeiro lugar em audiência, durante a transmissão. Os organizadores do Rock in Rio já confirmaram que o Rio de Janeiro será palco de mais duas edições, em 2017 e 2019.

Começando a segunda semana de evento, a banda Deftones retornou ao Rock in Rio após 14 anos e foi o maior destaque do Palco Sunset. O vocalista do grupo ainda fez uma participação especial no show do System of a Down, na canção Toxicity”. Na mesma quinta (24), o Palco Mundo recebeu o grupo Hollywood Vampires (Alice Cooper, Johnny Depp, Joe Perry, Duff McKagan, Matt Sorum, Tommy Henriksen e Bruce Witkin), que ainda trouxe Zak Starkey (baterista do The Who e filho do Ringo Starr), Andreas Kisser e Lzzy Hale (Halestorm) para participar de uma das apresentações mais animadas do Rock in Rio. O dia foi encerrado com um grande show do System of a Down.

Na sexta-feira (25), estranhamente o festival teve o seu menor público. Era o último dia dedicado ao rock, com Nightwish e Steve Vai como destaques do Palco Sunset. O Palco Mundo recebeu De La Tierra, Mastodon, Faith No More e Slipknot. Talvez a variedade tenha desmotivado um pouco o público. O vocalista do Faith No More, Mike Patton, protagonizou um mosh frustrado, caindo na grade ao calcular errada a distância entre o palco e público. O Slipknot fez uma apresentação marcante e energética, com direito a grandes rodas de bate-cabeça. O cenário do palco ainda foi uma atração à parte, com diversos elementos de terror. A banda ainda teve uma das músicas mais comentadas nas redes sociais, com Duality, segundo dados recolhidos pela Billboard.

O penúltimo dia já era mais voltado para a música pop, mais o Palco Sunset ainda trazia algumas atrações do rock, como Brothers of Brazil, que trouxe Glen Matlock (ex-baixista do Sex Pistols) como convidado, seguido pelo show de Erasmo Carlos com Ultraje a Rigor, mas a apresentação ficou marcada pelo som ruim. No Palco Mundo, Lulu Santos abriu as atrações da noite, com uma verdadeira sequência de hits. No domingo, último dia do Rock in Rio 30 anos, as atrações principais também eram para público pop. Entre elas, o grupo oitentista A-ha, que fez uma emocionante e nostálgico show sob chuva. A banda já havia se apresentado na 2ª edição do evento e afirmaram que, o Rock in Rio 2015, foi uma grande motivação para o grupo se reunir.

Por: Ihanna Barbosa (Colaboradora RR)
Edição: Diego Centurione
Fotos: Divulgação – I Hate Flash

« Roger Waters The Wall, o filme, mostra espetáculo e traumas do ex-Pink Floyd
Maroon 5: divulgadas atualizações dos shows no Brasil »

Categorias

Fotos Shows & Eventos

Tags

Comentários

Nenhum comentário