Reduto de Bandas: Arte Kerosene

março 16th, 20151 Comment »Última Atualização: janeiro 4, 2017

“Arte Kerosene é um combustível artístico para transformação…”. Ou pode ser só um nome legal que o vocalista Gabriel Azeite achou no dicionário. O trio paulista Arte Kerosene começou, na verdade, com a dupla Elias Nadim Mora (baixo e vocal) e o próprio Azeite (guitarra, gaita e vocal) em 2005, quando ainda estavam no ensino médio. Victor Padovan (bateria e backing vocal) chegou na banda em 2013, ajudando a concretizar a sonoridade do grupo.

Sem se contentar apenas com o óbvio, a Arte Kerosene criou seu próprio estilo, denominado “Rock Psicosubtropical”, sustentado pelo tripé filosofia, poesia e música. À essa mistura, o trio ainda acrescenta uma visão crítica da sociedade, com doses de sacarmos e ironias. A sonoridade brinca com elementos do rock, rap, punk, folk e do reggae, deixando claro a diversidade de influências musicais da banda.

Depois da chegada de Victor, o trio gravou seu primeiro EP, intitulado A Primeira Peça, e agora o grupo está se dedicando à finalização do seu primeiro álbum completo, que deve ter o nome Bar/Balada. A canção “Velhos Amigos”, que estará no próximo disco, já ganhou um clipe com a participação de Wagner Bernardes (assista abaixo).

Confira a entrevista da Arte Kerosene ao Reduto.

Reduto do Rock: Quando e como surgiu a banda?

Arte Kerosene: O grupo surgiu da amizade de Elias e Gabriel ainda no colégio, meados de 2005. Lá eles criaram a banda Kerosene pra tocar o que intitulavam como “Punk Escolinha” com poesias musicadas como “Estudo meia hora por dia pra passar no vestibular, mas não passo nem no exame de fezes, nem acerto o potinho de urinar”.

Em 2013, Victor Padovan entrou efetivamente para a banda e ajudou a refinar o som do trio, tornando possível a tão esperada “saída da garagem”. A banda tem tocado em bares e festivais da noite paulistana, chamando atenção pela qualidade e originalidade,  com destaque para o Manifesto Rock Fest 2014, onde venceram como Artistas Revelação.

RR: Qual o significado do nome do grupo?

AK: Fogo é o único elemento que transforma; Arte Kerosene é um combustível artístico para transformação do corpo, mente, espírito e por que não, da própria Arte?

Outras teorias dizem que em 2005, o Azeite olhou no dicionário e achou legal “querosene”com o K. Aí veio o Elias e botou “Arte” pra ficar pomposo.

RR: Quais os projetos atuais da banda?

AK: Finalizando o primeiro álbum Bar/Balada e tocando pela noite paulistana, meu.

RR: Quais são as influências musicais de vocês?

AK: Os três não tem o mesmo gosto musical, o que acaba enriquecendo a musica do coletivo. Mas algumas influências em comum são: Gabriel o Pensador, Metallica, System of a Down, Red Hot Chili Peppers e Jorge Ben Jor.

RR: Qual a inspiração na hora de compor?

AK: O cotidiano e as inquietações existenciais que ele nos propicia. Ah, e a dor de corno, claro.

RR: Beatles ou Rolling Stones? Por quê?

AK: Não houve consenso.

Elias: Beatles, pelas melodias e baixo do Paul, pela espiritualidade do George e pelo Ringo, por  ser o Ringo. John quem?

Victor: Rolling Stones porque é mais tesão.

Gabriel Azeite: Frank Zappa & The Mothers of Invention.

Arte Kerosene na internet

Facebook: http://www.facebook.com/artekerosene
Instagram: http://instagram.com/artekerosene

Vídeo

Sobre o Reduto de Bandas

A seção é dedicada a apresentar novos artistas ao público, através de uma matéria especial. As bandas também respondem a uma entrevista padrão.

É ou conhece um artista e acha que ele merece destaque neste espaço? Entre em contato através do e-mail contato@redutodorock.com. O conteúdo será analisado.

Por: Ihanna Barbosa (Colaboradora RR) e Di Centurione

« Fotos exclusivas das apresentações de Joss Stone e Lena Burke, em SP
Lançamentos: Nickelback, The Offspring, Carlos Maltz, Raimundos, Muse e mais »

Categorias

Destaque Exclusivo! Músicas e Vídeos Reduto de Bandas

Comentários

1 Comment

  1. Guilad disse:

    Muito bom! estou ouvindo aqui. =)


Festivais no Brasil

    Nenhum data presente

Apoio