Reduto de Bandas: Eduardo Barretto

setembro 30th, 20140 Comments »Última Atualização: outubro 1, 2014

Nascido em São Paulo, Eduardo Barretto é gaúcho de criação. Depois de tocar em bandas de Porto Alegre, o músico, agora radicado novamente na capital paulista, busca novos ares para mostrar ao público seu novo projeto que utiliza, pela primeira vez, a própria voz para dar contorno às suas histórias, aventurando-se além das quatro cordas.

Para o primeiro single do trabalho, “O Bárbaro” (ouça abaixo), Eduardo compôs, arranjou e gravou praticamente todos os instrumentos, deixando a bateria nas mãos do paulistano Ricardo Cifas (FingerFingerrr e VRUUMM). Atualmente, o músico está finalizando o EP de estreia que será lançado ainda neste semestre pela “Mono.Tune Records”.

Confira a entrevista realizada com Eduardo Barretto.

Reduto do Rock: Quando e como surgiu o projeto?

Eduardo Barretto: É tudo muito recente, ainda estou refletindo sobre como aconteceu. Confesso que nunca tinha imaginado um projeto musical em que eu não estivesse com o baixo em punho, mas poucas coisas são tão inspiradoras quanto se deixar levar pelo imprevisível. Sempre gostei do processo criativo, especialmente da composição. Não sei dizer exatamente como isso culminou em um projeto solo, foi inesperado até mesmo para mim, mas estou animado com a novidade e com a atenção carinhosa que meu primeiro single está recebendo.

RR: Quais são as suas influências musicais?

EB: Minhas influências englobam tudo que escutei ao longo da vida. É difícil citar algo específico. Me identifico com a linguagem do rock, mas sempre tive a mente aberta e busquei transcender qualquer gênero musical. Por que comer apenas arroz com feijão – que é uma delícia – quando você também pode degustar a culinária francesa, indiana ou jamaicana? No meu trabalho deve existir algum fio da meada que possibilite classificá-lo, mas prefiro navegar sem bússola e deixar o vento levar.

RR: Qual a inspiração na hora de compor?

EB: Qualquer coisa pode servir de inspiração, até mesmo o nada absoluto. Prefiro evitar fórmulas mágicas e deixo a música tomar forma naturalmente. Algumas composições exigem um trabalho braçal extremo, já outras são instantâneas. O mais importante para mim é deixar de lado qualquer pudor e evitar o lugar comum de uma linha de montagem ou pasteurização de ideias.

RR: Beatles ou Rolling Stones? Por quê?

EB: Os Beatles tem uma obra genial e incontestável, são atemporais. Não é por acaso que existe o ditado popular “quem não gosta de Beatles, bom sujeito não é”. Já os Stones, oras, são demais também! E ainda estão na ativa dando um laço em todo mundo. Não faria sentido algum escolher. Fico com ambos.

Eduardo Barretto na internet

Site: http://www.eduardobarretto.com
Facebook: http://facebook.com/eduardobarretto
Twitter: http://twitter.com/eduardobarretto
Youtube: http://youtube.com/eduardobarrettotv
Instagram: http://instagram.com/eduardo_barretto
Soundcloud: http://soundcloud.com/eduardobarretto

Single “O Bárbaro”

Sobre o Reduto de Bandas

A seção é dedicada a apresentar novos artistas ao público, através de uma matéria especial. As bandas também respondem a uma entrevista padrão.

É ou conhece um artista e acha que ele merece destaque neste espaço? Entre em contato através do e-mail contato@redutodorock.com. O conteúdo será analisado.

Por: Álvara Bianca (Colaboradora RR) e Diego Centurione
Foto: Lia Mendes

« The Who: nova música, coletânea e turnê; ouça
Grammy Latino acontece em novembro; veja os indicados »

Categorias

Destaque Exclusivo! Lançamentos Músicas e Vídeos Reduto de Bandas

Nenhum comentário