Axl se esforça e apesar de atraso, Guns N’ Roses mantém a chama acesa em SP

março 29th, 20140 Comments »Última Atualização: fevereiro 6, 2016


Cobertura – Direto do Parque Anhembi (SP)

Nesta sexta-feira (28), o Guns N’ Roses fez seu quarto show pelo Brasil em 2014. A apresentação para 25 mil pessoas, formadas na sua maioria por fãs caracterizados e famílias, aconteceu no Anhembi (São Paulo). A organização foi boa.

Antes do Guns, duas bandas abriram noite, a partir das 20h00. A primeira foi a Doctor Pheabes, que tocou com vontade e levou alguns fãs que agitaram durante o show. O som canastrão também ajudou a entreter os que aguardavam a atração principal.

Na sequência, às 21h15, se apresentaram os brasilienses da Plebe Rude (foto abaixo). O grupo punk, que tem mais de 30 anos de carreira, tocou para um público que não era exatamente o dele. O show foi ótimo e o vocalista/guitarrista, Clemente Nascimento, chegou a citar que o som da banda não tem a ver com o hard rock do Guns N’ Roses, mas que estavam muito felizes de estar ali.

Os destaques foram o cover de The Clash, “Should I Stay or Should I Go”; um trecho de “Faroeste Caboclo”, da Legião Urbana; e um dos grandes sucessos do grupo, “Até Quando Esperar”, que encerrou a apresentação. Parte do público curtiu o show, que avançou 15 minutos o horário divulgado para o início do GNR, 22h00. Mas como todos já esperavam um pequeno atraso do Guns, o problema pareceu menor.

Porém somente às 23h30, uma hora e meia depois do previsto, o vocalista Axl Rose e companhia subiram ao palco. A partir daí os fãs puderam conferir grandes sucessos da banda, como a explosiva “Welcome To The Jungle”; as nem sempre tocadas “Estranged”, “Don’t Cry” (destacando o vocal e as guitarras) e “Civil War” (uma das mais aguardadas); os covers consagrados “Live And Let Die” e “Knockin’ On Heavens Door”; e as marcantes “Sweet Child O’ Mine”, “Patience”, “Paradise City” e “November Rain”, que tem Axl, seu piano e uma cascata de fogos.

O grupo, formado pelo frontman e pelos simpáticos guitarristas DJ Ashba (que se destaca à parte), Richard Fortus e Ron “Bumblefoot” Thal, pelos tecladistas Dizzy Reed e Chris Pitman, pelo baixista Tommy Stinson e baterista Frank Ferrer, tocou também algumas faixas do mais recente álbum Chinese Democracy (2008). Além disso, rolaram vários solos, que permitiam um bom destaque aos integrantes da banda. Em um momento, Bumblefoot, que jogou copos de água para os fãs antes do show, executou o “Tema da Vitória” em homenagem ao piloto Ayrton Senna (assista aqui + ”Don’t Cry”).

Os solos eram incentivados por A. Rose, que apresentava os integrantes e saia de cena nestas horas. Claro, que isso servia também para o cantor recuperar o fôlego.

O vocalista tenta a todo custo provar, para ele e outros, que ainda é capaz de seguir os mesmos trejeitos e cantar com uma certa regularidade. Algumas músicas foram adaptadas para o novo tom de voz dele, mais agudo em alguns momentos. Ele tem que escolher durante o show, entre cantar e correr pelo palco, e tenta fazer tudo com maestria. Muitas vezes até consegue, mas durante a apresentação se ouve a voz do cantor muito baixa.

Axl estava também feliz e sorridente, dando até gargalhadas. Apesar de sua pouca interação com o público nas palavras, ele fez questão de voltar após o fim do show, só pra agradecer.

As mais de duas horas de apresentação valem a pena serem vistas, principalmente por quem nunca teve a oportunidade de conferir o Guns ao vivo. As grandes canções e a figura de Axl Rose, ajudam manter a história viva. Sem esquecer, logicamente, que os ex-integrantes Slash, Duff McKagan, Matt Sorum, Izzy Stradlin, Gilby Clarke e outros continuam tocando com seus projetos e sempre farão muita falta.

O GNR atual segue em turnê pelo Brasil, onde faz shows em Curitiba, no dia 30/03, Florianópolis, 01/04, Porto Alegre, 03/04, Recife, 15/04, e Fortaleza, 17/04. Mais informações neste link.

Setlist do Guns N’ Roses em São Paulo

1 – Chinese Democracy
2 – Welcome To The Jungle
3 – It’s So Easy
4 – Mr. Brownstone
5 – Estranged
6 – Better
7 – Rocket Queen
8 – Fortus Solo
9 – Live and Let Die
10 – This I Love
11 – Holidays in the Sun
12 – Tommy Solo
13 – Jam/Band Intro/Dizzy Solo/Catcher In The Rye
14 – You Could Be Mine
15 – DJ Ashba Solo
16 – Sweet Child O’ Mine
17 – Jam/November Rain
18 – Abnormal
19 – Bumblefoot Solo/Tema do Ayrton Senna
20 – Don’t Cry
21 – Knockin’ On Heaven’s Door
22 – Civil War
23 – Nightrain

Bis

24 – Patience
25 – The Seeker
26 – Paradise City

Por: Diego Centurione e Roberta Lopes (Colaboradora RR)
Fotos: Renan Facciolo (Colaborador RR)
Setlist: SLFM
Vídeo: GNRBR 

« Guitarrista promete “muitos solos” em novo álbum do Linkin Park; veja clipe
Setlist do show do Guns N’ Roses em Curitiba »

Categorias

Destaque Fotos Shows & Eventos

Tags

Nenhum comentário