Com show marcante, Os Paralamas do Sucesso festejam 30 anos em SP

novembro 4th, 20130 Comments »Última Atualização: novembro 4, 2013

Direto do Credicard Hall (SP)

A noite de sábado (2), foi dedicada à comemoração de 30 anos dos Paralamas do Sucesso. Lotado, o Credicard Hall (São Paulo) acompanhou com muita energia as canções que permeiam toda a carreira da banda.

Às 22h30, 30 minutos depois do previsto, o show começou com forte barulho e no telão imagens de uma contagem regressiva com fotos passando pelas três décadas da banda. “Alagados” já agitou as várias gerações presentes na pista e mexeu com quem estava sentado, seguida de “Carro Velho”.

No palco, Bi Ribeiro, João Barone e Herbert Vianna demonstravam grande emoção de tocar para os paulistas e sempre agradeciam à equipe, que os acompanha há mais de 20 anos. Passando pelos anos 80, estavam os sucessos “Cinema Mudo”, “Ska” e “Selvagem”.

Com introdução de “Whole Lotta Love”, do Led Zeppelin, “O calibre” marcou o ano de 2002. Depois disso, uma sequência mais romântica com “Mensagem de Amor”, “Cuide Bem do seu Amor”, cantada em coro, “Busca Vida” e “Me Liga”.

Lulu Santos foi lembrado em “Como uma Onda do Mar”, e retornando à década em que a banda iniciou suas atividades, “Meu Erro” e “Óculos” (veja vídeo aqui), canções de 1984, foram indispensáveis para aquecer ainda mais os fãs.

Outra homenagem veio com “Você”, música que ganhou voz com Tim Maia e, inclusive, arrancou vários sorrisos com a foto do artista no telão. Entre as mais de 30 canções tocadas, a noite ainda trouxe “Lanterna dos Afogados”, “Melô do Marinheiro”, “Uma Brasileira” e “Lourinha Bombril”, que pôs fim a primeira parte do show.

No bis, Herbert introduz “Aonde quer que eu vá” para novamente os fãs cantarem com emoção. E já que a noite é de festa, não poderia ficar de fora “Vital e sua Moto” e “Caleidoscópio”. Fechando a 01h40 de show, “Que país é esse?”, sucesso em 1999, é entoada com vontade pela plateia.

Sem dúvida, quem presenciou esta bela apresentação viveu e conseguiu relembrar canções que marcaram uma época de sua vida. Muitos nem eram nascidos quando o grupo começou, mas saíram dali com a certeza de que acompanhar uma grande banda, que possui até hoje a mesma formação, é um enorme privilégio. E que venham mais 30 anos de música!

Por: Álvara Bianca (Colaboradora RR)
Edição: Diego Centurione
Fotos: Luiz Matta/Divulgação

« Música e poesia de Cazuza em cartaz no Museu da Língua Portuguesa, SP
Lollapalooza 2014: atrações do Chile e Argentina são confirmadas »

Categorias

Shows & Eventos

Tags

Comentários

Nenhum comentário


Festivais no Brasil

    Nenhum data presente

Apoio