Resenha: Beady Eye – Different Gear, Still Speeding (2011)

março 13th, 20111 Comment »Última Atualização: março 13, 2011

Different Gear, Still Speeding chega para fã nenhum de Oasis se deprimir, é inevitável a comparação afinal é lógico, as influências são as mesmas, os músicos também.

Bom o disco passa por vários momentos trazendo “pegadas” como ‘Four letter word’ que abre o disco e ‘Bring The Light’, talvez a maior produção das 13 músicas. Grandes baladas também não poderiam faltar, com destaque para ‘The Roller’ talvez o grande som. A sonoridade algumas vezes sessentista traz um ar antigo ao primeiro álbum da banda, os vocais de Liam parecem estar mais trabalhados ou melhor, ele parece estar mais solto para demonstrar seu poder vocal. Há músicas com muita influência de Blues como a balada ’Millionaire’ e a agitadinha ‘Three Ring Circus’ era pra onde Oasis parecia estar rumando.

É claro que não é Oasis afinal sente-se muito a falta de Noel nas guitarras e vocais, mas o Beady Eye surpreende, não pela sonoridade, mas pelo poder de demonstrar o quanto eles podem e tem para mostrar.

Site: www.beadyeyemusic.com
Twitter: @Beady_Eye

Por Matth de Cezaro (Colaborador Reduto do Rock)

« The Darkness deve se reunir em breve
Veja o trailer do filme do Arcade Fire »

Categorias

Novo Álbum Opinião Resenhas

Tags

Comentários

1 Comment

  1. Tainara Hijaz disse:

    Eu gostei muito do álbum. Me surpreendi, mesmo. Eu achava que não iria sair coisa boa, ainda mais depois de ter ouvido “Bring The Light”, que eu achei muito chata. Mas ficou muito bom.

    As 3 músicas que eu mais gostei são “The Beat Goes On”, “Millionaire” e “Kill For a Dream”. Aliás, eu prefiro esse álbum da Beady Eye do que o “Dig Out Your Soul”, último do Oasis.

    Aguardo ansiosamente o próximo álbum. =D


Festivais no Brasil

    Nenhum data presente

Apoio